1. Relevo submarino

O relevo submarinho é subdividido em cinco compartimentos:

  1. Plataforma continental,
  2. Talude continental,
  3. Região pelágica,
  4. Região abissal:
  5. Dorsal Atlântica

A plataforma continental é a região do relevo submarino que faz parte da orla do continente brasileiro, com profundidades variadas e delimitada entre zero e 200 metros de profundidade.

Muito rica

Nas águas acima da Plataforma,encontramos uma grande variedade de peixes e, ocorrência de elevado índice de salinidade, com destaque para o RN e RJ. Na plataforma, encontramos muito petróleo e gás natural, com destaque para trecho da Plataforma do Rio de Janeiro, Bacia de Campos.

2. Mar territorial e a ZEE

Amazônia Azul: a fronteira brasileira no mar

Em abril de 2007, a Comissão de Limites da Plataforma Continental – CLPC – da ONU,

após 20 anos de pesquisas e negociações internacionais, autorizou o Brasil a incorporar mais 712 mil km2 relacionados a uma extensão da chamada Plataforma Continental, além das 200 milhas náuticas (370,4 km) que constituem a Zona Econômica Exclusiva – ZEE – que abrange uma área

aproximada de 3,5 milhões km2.

Durante a ditadura militar no Brasil, e em meio a euforia ufanista da década de 70, o então general-presidente Emílio Garrastazu Médici , tomou uma atitude que mudou nosso futuro, na pesca e na exploração de petróleo, garantindo o que hoje tanto se fala, em nossa riqueza petrolífera das Bacias de Campos e Santista e, do pré-sal.

3. As águas oceânicas

As águas superficiais do Atlântico apresentam temperaturas médias entre 25,7°C, no litoral norte, e 21,2°C, no litoral sul.

A salinidade das águas superficiais registra índices entre 36‰ e 37‰, que são mais elevados nas costas norte-orientais do Nordeste, devido à forte evaporação ocasionada pelas temperaturas elevadas e pela ação dos ventos alísios.

No Rio Grande do Norte, em Macau, Mossoró e Areia Branca, encontram-se as principais áreas salineiras, contando com mais de 90% da produção de sal marinho do País

Da mesma for ma que a salinidade e a temperatura diminuem das baixas latitudes para as maiores, também as amplitudes de marés são maiores no litoral setentrional, junto ao Equador, e diminuem acentua da mente em direção ao sul.

Quanto às cor rentes marítimas, o litoral brasileiro apresenta-se banhado pela Corrente das Guianas (Norte) e Corrente do Brasil, (Centro-sul), ambas quentes e, formadas pela bifurcação da Cor rente Sul-Equatorial Atlântica, que procede do Golfo da Guiné, na África.

  • 13658 visualizações